Muito tem se falado sobre as estratégias do marketing de conteúdo usado pelas empresas para atrair visitantes aos seus sites, que podem a partir de aí se tornar potenciais clientes.

É comprovado todos os dias que a técnica funciona, independente do segmento e do porte das companhias que investem em conteúdos próprios para atingir seu público-alvo. No entanto, alguns cuidados devem ser levados em consideração na hora de buscar resultados efetivos com as ações de marketing de conteúdo.

Por exemplo, quem faz o conteúdo precisa entender alguns pontos essenciais para que a estratégia funcione: Primeiro: saber sobre negócios, entender as dores que atinge o seu cliente, segundo: saber os macetes do marketing digital e como usar as estratégias básicas, como o uso de palavras chaves, e por fim, mas não menos importante, precisa saber escrever bem – se comunicar com o seu público, vender a solução.

Investir em uma empresa especializada é uma alternativa para otimizar os resultados. Aos poucos, todo material produzido irá gerar conversões, que passarão para uma base de leads e será necessária organização e direcionais das suas ações para gerar mais resultados. Para ajudar a buscar resultados efetivos, listamos 10 dicas essenciais que farão a diferença dentro do universo do marketing de conteúdo sua empresa:

1-) Engajamento é o segredo

 Lembre-se sempre: Marketing de conteúdo é engajamento, interação. Se você já criar conteúdo bacanas não deixe de divulgá-los nas redes sociais. Participe de fóruns, blogs e debates que tenham a ver com o seu segmento. Separe um tempo para mostrar a sua empresa como “especialista” no assunto. Crie conteúdo atraente sem vender seus produtos ou clientes. Venda a solução!

2-) Gere conteúdos em parceria

Gerar bons conteúdos em parceria com o seu cliente, por exemplo, é uma ótima opção e já utiliza o mesmo como especialista de mercado. Co-marketing também pode ser uma alternativa que reduz custos e promove estratégias em comum.

3- Segmentação de leads é essencial

Na hora de produzir os materiais, ter uma segmentação de leads é fundamental. Ela ajudará na organização e otimização dos seus envios e ações. Por exemplo, você tem 4.000 leads na sua base. Segmente em A,B,C. Leads A são aqueles que baixaram 5 materiais de conversão. Esses são os “tops” e merecem receber as novidades e promoções primeiro. Se a lista diminuir, os leads caem para a lista B e assim sucessivamente.

4-) Abuse dos plug-ins e ferramentas em redes sociais

Atrair mais leads é estar em evidência. Vale lembrar que nem todos os leads são iguais e eles se diferenciam pela capacidade e intenção de compra. Apenas 3% dos leads convertem. Use ferramentas para atrair as pessoas para a sua solução e assim terá mais chances de vender. Em seu blog verifique se os plug-ins das redes sociais estão instalados, insira botões como “tweed essa frase” e abuse de vídeos próprios no Facebook.

 5-) Call to Action: mostre a solução dos problemas

Quando se navega na internet atrás de algum produto ou serviço, as pessoas de modo em geral estão preocupadas em resolver os próprios problemas, certo? Ao apresentar a solução, seja em um post de blog, vídeo no youtube, anúncio etc – e não só a sua empresa – faça com que elas percebam que irão perder o que estavam procurando se não baixarem ou clicarem no seu call to action. Eles devem ser atrativos e interessantes, sempre! A chave para um novo lead está no seu CTA.

6-) Anúncios geram leads

A geração de leads de forma orgânica funciona super bem. Para otimizar a geração de leads, investir em anúncios podem ajudar. É aconselhável separar uma verba mensal para divulgar os materiais de conversão, cursos, eventos e fazê-lo de forma contínua, para que o mercado aos poucos se familiarize com a sua empresa. Os anúncios podem ser feitos por meio do Facebook adds, Linkedin, links patrocinados etc.

 7-) Se aproxime dos seus prospects

Você já tem uma boa lista de leads qualificados? Curta as páginas dos seus prospetcs nas redes sociais – e dos seus clientes também. Use seu perfil como empresa e pessoa física.  Conheça sua persona a fundo para depois apresentar uma proposta e fechar negócios. Se for preciso, ligue! Durante uma reunião lembre-se: Você só tem essa chance, apresente o que o cliente precisa, as soluções. É muito chato agendar uma reunião para fechar um negócio e ter que atender um “vendedor”.

8 -) Linkedin ajuda na decisão de compra

Pesquisas comprovam que a rede social Linkedin tem cerca de 28% a mais de poder de compra comparado com outros sites de negócios e redes sociais. Isso porque ele alcança apenas as pessoas certas, que estão interessas na sua empresa ou produto. Para as empresas que já possuem a página coorporativa, atualizar conteúdos, divulgar seus materiais e fazer parte de fóruns e grupos é de essencial importância. No Linkedin você pode criar conteúdos utilizando executivos da empresa como especialistas no assunto, sempre com um call to action ao final.

9-) Case com Assessoria

Fazer estratégias de marketing de conteúdo casados com assessoria de imprensa é importante para conseguir estar na primeira página do google de maneira orgânica. Além disso, é possível utilizar técnicas como o uso do Link Building para linkar a matéria divulgada pelo assessor até o seu site. A assessoria irá produzir releases – matérias com foco jornalístico – utilizando as palavras chaves da sua empresa e fará também um bom relacionamento com os jornalistas.

 10-) Relatórios são importantes

Como saber se todo investimento em Marketing de Conteúdo está dando certo? Relatórios devem existir não apenas para mostrar resultados, mas para traçar estratégias e ideias para as próximas etapas do trabalho. Foque nas métricas importantes para a empresa e deixe de lado as chamadas “métricas de vaidade”, elas não servem para ajudar no crescimento da sua companhia.

Quer saber mais? Baixe o nosso e-book e aprenda os principais conceitos e técnicas sobre marketing de conteúdo:

Marketing Digital - CAT